sexta-feira, 19 de agosto de 2016

O Poço



Todos possuem um poço. 
O poço é o local onde se encontram todos os problemas, confusões e desesperos de uma pessoa. Em tese, fora do poço se encontra a felicidade plena, sem nenhum deslize ou conturbação e, por ter essa definição, ninguém está fora do poço, pois sempre haverá um desafio a se enfrentar. 
Algumas pessoas estão no começo e vivendo bem, com alguns deslizes, mas sempre conseguindo subir e sentir o calor do Sol, outros estão descendo aos poucos, porém se segurando em alguns tijolos milagrosos que os salvam e, infelizmente, existem casos extremos... Pessoas que estão tão fundo que já começam a ver o fim ou até mesmo, já se deixaram cair.
Sabe qual a única coisa boa em chegar ao fundo do poço? 
Só resta um caminho para seguir.
Ninguém sabe onde é o fundo do poço até vê-lo diante dos seus olhos. Nunca se sabe o quanto está mal até perceber o que estava prestes a fazer.
Às vezes você está tão acostumado a continuar vendo o fim que se pergunta se não é melhor acabar de uma vez  com essa brincadeira estúpida, ela simplesmente não faz bem, mas então, antes de ir, aparece uma pequena luz bem longe, quase imperceptível e geralmente o nome dessa luz é o medo.
Sim, exatamente isso que acabou de ler. Sentir medo é bom, se mesmo com tantos pensamentos terríveis a pessoa conseguir sentir medo ainda há uma chance dela voltar.
Uma chance de perceber que a subida é dolorosa e difícil, mas suas forças não acabaram. As marcas que restaram de uma queda brusca estarão na pele, relembrando uma fase em que, para aguentar toda a dor e confusão que se encontrava na cabeça foi necessário dividi-la. Marcas de guerra. Desenhos que não devem ser escondidos, pois se hoje estão à mostra, é porque aos poucos você encontrou a saída e agora pode sentir o calor do Sol, como os outros.
Cada dia é um desafio, acordar todas as manhãs e se convencer de que vai ser um dia bom, que você é forte o suficiente para enfrentar toda tristeza que cerca sua mente é uma das coisas mais difíceis do mundo. Haverá dias que não conseguirá se convencer direito de que há um sentido para continuar respirando, mas é preciso superar, se olhar no espelho mais uma vez e dizer "Eu sou meu motivo de continuar aqui. Sou importante e forte. Eu consigo".
Ver o fundo do poço não quer dizer que você precisa cair.
Como já dizia a poeta Dory
"Continue a nadar"

Maria Thereza 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Faça a alegria dessa escritora!
Poste um comentário, mas... tenho algumas regrinhas
*nada de xingamentos
*se for criticar, apenas críticas construtivas
*coloque o link do blog para eu poder te visitar
Arigato